Normas de segurança dos vidros laminados estão em processo de revisão

Quem trabalha com vidro ou acessa nosso blog já deve saber que o vidro laminado é considerado um vidro de segurança. Desse modo, ele é indicado para diversos tipos de aplicações na decoração e arquitetura residencial e comercial, se destacando as escadas, guarda-corpos, claraboias, entre outros. Com a sua boa aceitação no mercado, a NBR 14.697 que regulamenta o uso do material, será revisada para garantir ainda mais segurança aos consumidores finais.

A norma NBR 14.697, foi criada em 2001 e ainda não tinha passado por uma revisão. Ela dá as diretrizes sobre as aplicações e padrões de fabricação dos vidros laminados. No entanto, com a constate utilização do material e os avanços na área, é necessário atualizar algumas dessas recomendações, como é o caso do alinhamento entre as chapas de vidro, a espessura dos interlayer, as bordas e o empenamento do vidro.

Por dentro do assunto

Separamos aqui 4 dos principais tópicos a serem discutidos na revisão da norma NBR 14.697:

- No caso do alinhamento, quem apoia a revisão destaca que em determinados casos, as bordas dos vidros laminados não ficam perfeitamente alinhados. O objetivo é que se estabeleça um parâmetro aceitável para esse desalinhamento.

- Outra questão a ser discutida diz respeito a espessura da película intermediária. Atualmente esta espessura varia de acordo com o tamanho do vidro.

- Ainda cabe salientar que o empenamento do material também será discutido. A proposta é que se torne aceitável que o vidro empene até 2mm/m para o vidro laminado standard - formado por dois vidros monolíticos e de 2,5mm/m para o vidro temperado laminado.

Prazos

Ainda não há uma previsão para que haja uma consulta pública acerca das mudanças e atualizações da norma.